Novo vestibular pode ser chute errado

O Ministério da Educação lançou a idéia de mudar o modelo de vestibular para as instituições públicas federais. A novidade é polêmica. Mas, como é peculiar do Brasil, deve ser resolvida sem uma discussão profunda entre os vários envolvidos na questão.

A intenção do MEC de mudar o vestibular, visa, principalmente fazer com que o Ensino Médio ganhe em qualidade. O que provavelmente irá mesmo acontecer. Mas, por outro lado, como fica a questão das peculiaridades regionais? Vai se adotar um modelo de vestibular que se foque apenas nas características comuns a região Sudeste? Provável também.

Quem também vai reclamar bastante são as universidades, que perderão um lucrativa fonte de renda. Para fazer uma prova, o estudante tem que desenbolsar uma salgada quantia. A maioria chega a superar os R$ 100. Agora, com a possibilidade de fazer uma prova que valha para todo o país, quanto será que isso vai custar?

Temos que questionar também como será a realização da prova. Afinal, serão candidatos entrando em sala exatamente na mesmo hora, contando os fusos horários. Serão centenas de milhares de funcionários envolvidos e muito, mas, muito treinamento.

Como o governo federal tem empurrado várias coisas goela abaixo das universidades, tudo em troca de um polpudo aumento de verbas, é claro, dificilmente o novo vestibular vai deixar de acontecer. É uma pena que ele já começará em 2009, como já disse, sem debate algum. A intenção é boa, mas, do jeito que as coisas vão, provavelmente o tiro sairá pela culatra.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s