Mi-mi-mi-zação do futebol

O jogo entre Barcelona e Chelsea nesta terça-feira me fez vir escrever no blog depois de 13 meses de sumiço. O motivo é simples: dizer como tem gente chata por aí. O time espanhol é um papa-tudo e isso incomoda, claro. O futebol dos catalães encantou o mundo, mas chega uma hora que as vitórias seguidas fazem você querer ver o tombo acontecer. Isso acontece desde que o mundo é mundo.

Eu torci para a equipe de Messi. É simples, gosto do modo com que jogam, da estrutura que o clube tem e acho justo que papem títulos. Também achava que era justo o São Paulo ganhar o Campeonato Brasileiro por vários anos seguidos, para que os outros mirassem seu exemplo. Se neste caso eu mirava na melhor gestão para os times, inclusive para o meu; no do Barça almejo ver o futebol ofensivo com maior frequência.

Por outro lado, o Chelsea sabia que só se classificaria se fechando. É óbvio que todos os trocentos times que o Barça enfrentou fizeram a mesma coisa. A diferença está na qualidade dos jogadores. No gol, um monstro chamado Petr Cech; na defesa, o bom Ivanovic, no meio – setor mais trabalhado do time -, o cerebral Lampard e o incansável Ramires; e no ataque, o leão Drogba.

Nos dois jogos o Barcelona foi muito melhor. O problema é ter se irritado ao não conseguir achar o gol, tanto no Stamford Bridge quanto no Camp Nou, a partir do momento em que sofreu o gol de Ramires. O Chelsea se defendeu bem, teve sorte lá atrás e foi preciso lá na frente. Ponto final.

Agora, o que me irrita é esse mi-mi-mi desenfreado de viúvas do Barcelona e de revoltados anti-azulgrená. Torcer contra, como já disse é válido e, honestamente, é até mais divertido. Se você está vendo Santos contra The Strongest, Real Madrid contra Apoel, em uma disputa entre Vettel e Kobayashi, qual a graça de torcer para o grande? Se o Chelsea não é pequeno, assim muitos outros que já caíram, os catalães carregavam o poder da imbatibilidade, afinal têm vencido tudo e vê-los como meros “mortais” não deixava de ter sua graça.

O problema é quem reclama de tudo e todos quando é contrariado. Gente, deixem as pessoas se expressarem em paz. Quem torce para o Barcelona não é modinha, assim como quem torce para vê-lo perder não é ranzinza. É só cada um procurando um jeito de querer acompanhar futebol. Vamos nos divertir mais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s