Citem-se os bons!

Um dia depois de Vanderlei Luxemburgo e Abel Braga protagonizarem um duelo muito ruim na Arena Grêmio, Gílson Kleina, apesar de todo o preconceito contra ele, mostrou que é um dos melhores treinadores de sua geração.

Com um limitado Palmeiras engoliu o Libertad. Marcou muito forte, deu liberdade a Juninho e Vinícius e arrancou a classificação. Ok, com um gol quase acidental (leia-se uma cagada). Ainda assim, seu trabalho é digno de elogios.

Apesar da gritaria corporativista, Paulo Autuori está certo quando fala dos técnicos do futebol brasileiro. Claro que há exceções. Tá aí Gílson Kleina que não deixa mentir…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s