Proposta de calendário para o futebol brasileiro

Na semana passada publiquei aqui no blog um texto em que defendo a extinção dos Campeonatos Estaduais para proporcionar um calendário mais racional para o futebol brasileiro. Em diversos fóruns, a discussão foi quente e produtiva, como o assunto merece. A partir disso, resolvi montar minha proposta definitiva, sem os Estaduais, e com o Brasileirão tomando o ano todo. Você a confere logo abaixo.

Continuar lendo

Anúncios

Dou o braço a torcer. Os Estaduais precisam acabar

Por baixo, uns 2,9 mil jogadores ficam sem clube na maior parte do ano, segundo matéria da Folha de S. Paulo. Clubes e mais clubes ficam inativos de maio até janeiro. O quadro afeta atletas, preparadores físicos, massagistas e roupeiros, em um alarmante caso de desemprego em massa.

O parágrafo acima não é o jeito correto de abrir um texto argumentativo. Não apresento uma ideia. Por outro lado, os dados são, na minha modesta opinião, impactantes demais para não estarem no topo da discussão sobre o calendário do futebol brasileiro. Continuar lendo

Um novo calendário para o futebol do Brasil

Se você acompanha esse blog, já percebeu que o autor anda meio desaparecido. Peço perdão, mas, o trabalho é intenso e além disso, os momentos extras, acabam sendo utilizados, entre outras coisas, para escrever no Rivais do Rio, onde falo sobre o Vasco da Gama. Mas, também não posso negar certo desleixo, afinal, vou fazer agora, a continuação de um texto postado em 13 de agosto de 2009! Por isso, deixo link aqui, pois, é importante para situar sobre algumas considerações (detalhe no lamentável aviso de que, no dia seguinte, haveria essa continuação…hehehe…pior que político!). Continuar lendo